Redução de ansiedade, prevenção de insónias, gestão emocional, melhoria na atenção - certas técnicas de respiração podem melhorar a nossa vida. Mas… por onde começar?


Respirar: o começo de tudo

Quando falamos em respiração, à partida, parece contraproducente: é que respirar, todos respiramos! Efectivamente, a primeira coisa que fazemos quando chegamos a este mundo é inspirar. E a última será expirar. Curiosamente, em diversas culturas, a palavra “expiração” é sinónimo de “morrer”. Mas, por agora, foquemo-nos na vida!
Respirar é algo tão central nas nossas vidas que a humanidade, há já vários séculos, reconheceu a sua importância, não só para o funcionamento óptimo do nosso corpo e das suas funções mas também como uma chave para aumentar a nossa energia, vitalidade e promover bem-estar geral. É o caso de tradições milenares como o Yoga, o Budismo e o Taoísmo, por exemplo.


Breathwork

É um termo que tem sido muito usado nas últimas décadas para definir diferentes métodos que usam a respiração consciente e circular como uma prática dinâmica, promotora de saúde e bem-estar, associada a diversas culturas de sabedoria, assim como a revolucionárias terapias contemporâneas.
Nos últimos anos, tem sido provado que respirar envolve muito mais áreas do nosso corpo do que apenas os pulmões, nomeadamente, o nosso cérebro. Quem o diz não somos só nós, mas também o projecto da Universidade de Oxford “Breathe Oxford”, composto por neurocientistas, psicólogos e outros profissionais de saúde (podes saber mais em: https://www.medsci.ox.ac.uk/breathing-with-your-br...)
A forma como a respiração controlada promove o bem-estar físico, mental e emocional, tem sido objecto de amplos estudos científicos. Uma das “descobertas” (chamemos-lhe antes comprovação, afinal, tradições ancestrais, como vimos, já o sabem há muito tempo) é que a respiração pode mudar a resposta do sistema nervoso do corpo. Este, controla processos inconscientes como a frequência cardíaca e a digestão, assim como a resposta do corpo ao stress, explica Richard Brown, professor clínico associado de Psiquiatria da Universidade de Colúmbia e coautor de O Poder de Cura da Respiração: “Já vi pacientes transformados depois de adotar práticas regulares de respiração”, afirma o mesmo autor.

A Respiração como Meditação
Exercícios e técnicas de respiração podem ainda funcionar como uma poderosa meditação: porque nos ajudam a focar totalmente no momento presente e porque, quando realizados regularmente, ajudam a equilibrar o sistema nervoso, a libertar tensão e ansiedade, além de facilitarem a conexão com estados profundos de consciência.
Para quem reconhece os benefícios associados à prática de meditação mas, por alguma razão, ainda não descobriu a porta de entrada para esta prática, a resposta pode estar, literalmente, debaixo do seu nariz! As práticas de respiração são, efectivamente, uma poderosa meditação activa, capazes de gerar saúde ao nível do corpo-mente e, ainda, de libertação emocional e conexão espiritual.
Por onde começar? - parece ser a pergunta que impera.
Conscientes do momento actual, decidimos, na INJOY Academy, focar a nossa energia na criação de uma experiência que ajuda a responder a essa pergunta. Assim, desenvolvemos um curso online de 5 semanas, a acontecer entre os dias 03 de Junho a 01 de Julho, onde aprenderás ferramentas para gerir as tuas emoções, diminuir ansiedade, aumentar a tua vitalidade e amor-próprio… e muito mais!
Através de exercícios poderosos e ao mesmo tempo simples, conteúdos e bases teóricas sobre os temas explorados, conseguirás aplicar esse novo conhecimento no teu dia-a-dia e integrar com facilidade todas as práticas que vais aprender na tua rotina.

"Uma vez perfeita a respiração, tudo o resto entra nos eixos. Respiração é vida, mas as pessoas ignoram-na, não lhe prestam nenhuma atenção. E toda a transformação que acontecer, acontecerá através da mudança na sua respiração."
Osho